Resenha – O Castelo das Águias

Modelo Capa de livros Blog - O Castelo das ÁguiasSinopse

O Castelo das Águias é um lugar especial. Localizado nas Terras Férteis de Athelgard, região habitada por homens e elfos, abriga uma surpreendente Escola de Magia, onde os aprendizes devem se iniciar nas artes dos bardos e dos saltimbancos antes de qualquer encanto ou ritual.

Apesar de sua juventude, Anna de Bryke aceita o desafio de se tornar a nova Mestra de Sagas do Castelo. Aprende os princípios da Magia da Forma e do Pensamento e tem a oportunidade de conhecer pessoas como o idealizador da Escola, Mestre Camdell; Urien, o professor de Música; Lara, uma maga frágil e enigmática, e o austero Kieran de Scyllix, o guardião das águias que mantêm um forte elo místico com os moradores do Castelo.

Enquanto se habitua à nova vida e descobre em Kieran um poço de sentimentos confusos e turbulentos, uma exigência do Conselho de Guerra das Terras Férteis põe em risco a vida e a liberdade das águias. Com o apoio de Kieran, Anna lutará para preservá-las,desvendando uma trama de conspiração e segredos que envolvem importantes magos do Castelo.

Comentários

A primeira coisa que eu não poderia deixar de comentar é que esse foi o primeiro livro (E-book) fruto da parceria do Blog com a Editora Draco, que é voltada a publicação de obras de autores nacionais.

“O Castelo das Águias” é um livro de fantasia e aventura. Ele é narrado todo em primeira pessoa, sempre através da visão da protagonista Anna, que é uma professora recém-chegada a uma escola de magia para humanos, elfos ou a combinação de ambos.

Anna é uma personagem muito interessante, pois diferente do que se espera ela não é fisicamente forte, nem anormalmente habilidosa, nem consegue usar magia (apesar de dar aula em uma escola de magia na qual ela ensina a matéria de “sagas” que seria algo parecido com história) o que normalmente os personagens de histórias de fantasia acabam se tornando em algum ponto da narrativa (quem nunca leu aquele livro em que em menos de duas páginas um personagem que não sabia fazer nada virou um super mestre em todas as habilidades do mundo?). Apesar dessas características Anna não é uma “pobre coitada” que é o que normalmente acontece com personagens sem muitas habilidades, nem encarna também aquele espírito de super mulher (tão comum nos livros de hoje em que as protagonistas sejam mulheres) ela é apenas ela! Como uma pessoa comum, com algumas habilidades justificadas pela sua origem e criação, que se vê em situações incomuns e perigosas.

A história do livro é interessante, mas tanto o tema como a narrativa não chega a ser lá muito inovador. Uma coisa que incomoda um pouco no livro é que ele tem muitos clichês em algumas partes. É como se algumas cenas fossem várias sequências de clichês que fazem varias partes da história serem previsíveis. Contudo o livro não é completamente entupido de clichês, em alguns momentos o leitor espera que algo aconteça e essa coisa acaba por não acontecer, às vezes porque a história dá uma virada e às vezes porque simplesmente não acontecem. O livro tem uma energia que da a impressão de que alguns acontecimentos aconteceram simples e exclusivamente porque aconteceram, (kkk) não é como se nada forçado tivesse ocorrido, tudo flui bem naturalmente em vários pontos. (o que eu particularmente achei bem interessante).

Outra coisa que incomoda um pouco é que a história de alguns personagens é mal explorada, como por exemplo a história do personagem “Kieran” que parece ser muito interessante, mas é muito vagamente explorada (mesmo havendo outros livros com esses personagens eu achei que poderiam ter desenvolvido um pouco mais a história deles).

Outra característica que marcam todos os personagens é a personalidade inalterada e inabalável, quem é bom é bom e quem é mau é mau, não existe meio termo, nem mancha cinzenta, a única possibilidade de algum personagem bom fazer algo mau é se estiver sobre o domínio algum personagem mau, da mesma forma que a única maneira de algum personagem mau fazer algo bom é se ele mudar completamente todas as visões que ele tem e passar a ser totalmente bom daí por diante. Esse tipo de característica não é muito boa para personagens, já que mesmo pessoas boas, fazem coisas ruins eventualmente.

Tanto o estilo de escrita quanto o universo criado pela autora são muito interessantes, apesar do último ser pouco explorado nesse livro esse deslize é perdoado tendo em vista que existem continuações e várias histórias que ocorrem no mesmo universo (algumas com personagens diferentes) o que faz com ele acabe sendo mais bem explorado com o decorrer dos livros.

O Veredito Final?

O Castelo das Águias não é uma obra de fantasia única nem inovadora, mas isso não implica dizer que é uma obra ruim, pelo contrário a narrativa é interessante a história prende a atenção do leitor. Por ter sido escrito por uma autora Nacional (Ana Lúcia Merege) já ganha vários pontos na minha visão pessoal. O universo criado pela autora tem grande potencial e para quem curte o gênero Fantasia e Aventura com certeza a história vai se mostrar bastante envolvente e descontraída.

Pontos Fortes

– Universo envolvente

– Personagem principal interessante

– História que prende a atenção

Pontos Fracos

– Alguns personagens mal explorados e com personalidades muito rígidas (ou é bom ou mau)

– O universo é pouco explorado

*Vale uma obs de que o livro tem alguns acontecimentos bem “WTF!?!”, como por exemplo o pedido de casamento dos personagens principais (eu fiquei bem surpreso com a velocidade com que as coisas aconteceram), ou mesmo o envolvimento da personagem principal com o mago Kieran, tem quem goste desse tipo de acontecimento no livro, eles podem tornar a história mais divertida, por isso não marco como um ponto negativo, mas deixo o aviso. 😛

Modelo Autores - Ana Lúcia MeregeSobre a Autora

Ana Lúcia Merege é escritora de literatura fantástica, pesquisa Mitologia e Folclore e trabalha na Biblioteca Nacional. Autora dos romances “Anna e a Trilha Secreta”, “A Ilha dos Ossos”, “Pão e Arte”, “O Castelo das Águias” e “O Caçador” e do ensaio “Os Contos de Fadas”; organizou a coletânea arturiana “Excalibur” e publicou vários contos em antologias.

 
 

Outras Obras da Autora

– A Ilha dos Ossos

– O Caçador

– Anna e a Trilha Secreta

Entre Outros livros e Diversos Contos.

Informações Gerais

Título Original: O Castelo das Águias

ISBN: 9788562942204

Número de Páginas: 192

Ano: 2011

Editora: Draco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s